---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

Histórico

Publicado em 13/12/2013 às 07:57

No ano de 1850, o senhor Francisco Pires e sua esposa Maria Cordeiro, ele tropeiro de Sorocaba, estado de São Paulo, fixaram residência, tiveram 11 filhos sendo sete homens e quatro mulheres. Daí o início do povoado.

A origem do nome Ponte Alta deve-se a existência de uma ponte coberta de tabuinhas no passadouro das tropas conhecido como Arroio Ponte Alta.

Em 1919 foi fundada a primeira casa comercial tendo como dono Emílio Marx posteriormente transferida para a administração de Francisco Machado.

Na época ou então prefeito de Curitibanos, senhor Antônio Franemann de Souza, resolveu ligar Curitibanos a Santa Cecília, com uma estrada que também desse acesso a Ponte Alta do Norte, ode facilitou a vinda de tropas. Fato curioso aconteceu em 1920, quando um surto de gripe espanhola dizimou a comunidade nascente, vitimando famílias inteiras.

A retomada de seu crescimento aconteceu na década de 40 com a abertura de BR 116.

Em 1958 passou a categoria de distrito. Em 1959 já era o novo distrito de Curitibanos com posse do primeiro intendente, Sr. Anercindo da Silva Calomeno.

Como já existia outras Ponte Alta na região, foi adotada o nome para Ponte Alta do Norte.

Durante o período distrital, Ponte Alta do Norte teve a atuação política no contexto de curitibanos, elegendo seus representantes. Celso Borella (11970-1973), Paulo Borella (1972-1982), Silvio Granemann Calomeno (1989-1992) e Laertes Borella (1991-1992).

Em 30 de março de 1992, o governador Vilson Kleinunbing sancionou a lei 085/545, criando o município de Ponte Alta do Norte.

O crescimento do distrito ensejou e inspirou o desejo emancipacionista e de vida própria, movimento que tomou corpo em 1991 com a constituição da comissão própria emancipação que teve a participação da comunidade através dos senhores:

Presidente: Silvio G. Calomeno

Vice: Laertes A. Borella

Secretário: Richard R. Fornazari

I secretário: José Tonolli

Tesoureiro: Guido A. Calomeno

I Tesoureiro: Ronaldo J. Moreira da Silva.

O povoamento da região onde se encontra Ponte Alta do Norte começou no início do século XX, com os caboclos e jagunços que lutaram na Guerra do Contestado. Mais tarde, por volta de 1924, chegaram famílias de imigrantes italianos, interessados nas terras férteis, baratas e com madeira abundante. A madeira extraída da região durante as décadas de 1950 e 1960 ajudou a erguer Brasília.

Ponte Alta do Norte é um município brasileiro do Estado de Santa Catarina. A rodovia BR 116, na altura dos quilômetros 166 e 168 corta a cidade no sentido Norte-Sul. O clima é temperado, com estações bem definidas. No verão atinge picos de temperatura pouco acima de 30 graus e no inverno às vezes há neve, com temperaturas já registradas de até -8 graus.

A madeira extraída entre 1950 e 1960 ajudou na construção de Brasília, mas com o fim do ciclo madeireiro o município diversificou suas atividades econômicas.